Na hora de se arrumar para sair, a grande maioria dos homens se preocupa com a roupa que vai vestir, o perfume que vai usar e como personalizar o cabelo e a barba. Em meio a tudo isso, eles esquecem de dar a devida atenção ao que calçam. O resultado, é claro, não poderia ser outro: o calçado, por mais versátil que seja, não combina com as roupas, deixando o visual bagunçado.

Em grande parte, esse erro acontece porque inúmeros caras não sabem até hoje as diferenças entre os tipos de tênis existentes no mercado nem para qual situação são indicados. 

Como não faltam modelos com cores e formatos diferentes nas lojas, a missão de escolher o par ideal pode se tornar bastante complicado. Por isso, se você também faz parte desse grupo que está perdido e precisando de ajuda para não errar na hora de escolher o calçado, fique atento a este post, pois reunimos todas as versões possíveis. Acompanhe!

Tênis esportivo

Quando se fala em tênis, o primeiro modelo que vem à sua mente é o esportivo, não é mesmo? Isso porque ele é um dos mais populares e, certamente, tem o design mais marcante devido à presença de molas, amortecedores e cabedal mais robusto para proteger os pés em caso de quedas, tropeços ou pisadas em falso, por exemplo.

Entretanto, cá entre nós: é uma das versões que a galera mais usa de forma equivocada! Isso porque, como o próprio nome diz, esse tênis é voltado para a prática esportiva. Portanto, por mais confortável e prático que seja calçá-lo no dia a dia, ele deve ser usado apenas quando você estiver na academia ou praticando algum exercício ao ar livre.

Fora essas ocasiões, não rola usar esse tipo de tênis, ok? Tenha em mente que ele só combina, basicamente, com roupas que também tenham uma pegada esportiva, como shorts, camisas de time, calções etc. Além disso, ele tem um visual muito informal e chamativo, o que definitivamente não é uma boa pedida quando você precisa circular entre ambientes formais no cotidiano.

Tênis de aventura

O tênis de aventura, por sua vez, tem uma proposta parecida com a do primeiro modelo que citamos: proteção redobrada para os pés, porém em solo instável. Afinal, ele é desenvolvido para a rapaziada que se amarra em esportes de aventuras — isto é, aqueles que são praticados na natureza —, como mountain bike, arvorismo, rapel, trekking, caving, escalada etc. 

Justamente por isso, ele conta não só com amortecedores e molas, mas também com sistema de tração e solado antiderrapante para evitar lesões por quedas, tombos e deslizes, já que você vai caminhar na terra, na lama, em rochas e outros locais que dificultam a pisada e oferecem riscos.

Vale mencionar que o visual dele é ainda mais robusto do que o de um tênis esportivo e, em muitos casos, o seu talão passa do calcanhar, como se fosse uma bota de cano médio — um detalhe simples, mas que ajuda a prevenir torções, por exemplo.

Portanto, como você já deve imaginar, esse modelo também não é indicado para a rotina, já que combina mais com roupas esportivas e com peças para trilhas, como coletes de sarja e bermudas cargo. A não ser, é claro, que você curta bancar o Indiana Jones e ter um visual, no mínimo, excêntrico!

Tênis casual

Já o tênis casual é aquele que pode ser feito de diferentes materiais (como tecido, lona, couro, camurça), tem ou não amarração com cadarços e conta com o cano baixo — isto é, o tornozelo fica descoberto. Uma das versões mais conhecidas é o famoso All Stars da Converse, que estourou no início dos anos 2000 e se tornou referência para composições cheias de atitude e descoladas.

Só que, com o passar dos anos e o aumento da variedade de modelos, o tênis casual foi se tornando mais neutro e cada vez mais versátil. É por essa razão que hoje ele é um calçado curinga que vai bem com praticamente tudo o que um homem tem no guarda-roupa — com exceção de paletós e costumes — e que, de quebra, pode ser usado na faculdade, na balada, no trabalho, no passeio com a namorada e por aí vai.

Sapatênis

O sapatênis surgiu como um meio-termo entre os sapatos sociais e os modelos disponíveis de tênis na virada do século XXI. Os homens precisavam de um calçado mais fluido para usar na empresa e em eventos sociais, mas que não fosse tão formal e sisudo nem tão informal (esportivo) ou excessivamente descolado (casual). 

Justamente por isso, esse calçado não tem entressola, o bico é arqueado e as costuras são mais aparentes, características típicas de um sapato, mas ainda preservando a diversidade de cores e materiais com os quais os tênis são fabricados. Resumindo: mescla o tradicional com o casual.

Uma dica de estilo que vai muito bem com o sapatênis é o esporte fino. Por isso, pode-se usar sem medo camisa polo, calça jeans, calça chino e camisa social (seja de manga curta, seja de manga longa).

Tênis sneaker

Para encerrar a nossa lista de tipos de tênis, não poderia faltar o modelo sneaker. Afinal, ele é uma releitura dos calçados usados pelos tenistas entre as décadas de 1950 e 1970 que está conquistando uma legião de fãs ano após ano — e é fácil entender por quê.

Ele tem a estrutura híbrida, com traços do tênis casual (solado liso e material diversificado) e do tênis esportivo (salto embutido e cabedal proeminente). Para completar, apresenta um design que remete a vários estilos de moda masculina urbana, como o jogger, o muppie e o swagger.

Ou seja, usá-lo é sinônimo de que você está atento às tendências e não vacila quando o assunto é caprichar na produção para sair com a gata, pegar um cineminha, ir a um festival, curtir um show, se reunir com a galera etc.

Aliás, vale comentar que esse calçado combina muito bem com jeans, peças de moletom, camisas xadrez, jaquetas bomber e tracksuits.

Como você viu, existe um modelo de calçado para cada situação e visual. Por isso, nada de economizar: tenha vários tipos de tênis em casa e mande ver nas suas produções!

Aproveite e siga a gente no Facebook e no Instagram a fim de ficar por dentro de dicas para caprichar na aparência da barba e do cabelo!

Escreva um comentário

Share This